Inovação nos Produtos da Feira de Economia Solidária da Feevale

by

As alunas da disciplina de Projeto I também desenvolveram uma proposta para um novo produto a ser comercializado pela Feira de Economia Solidária da Feevale e embalagem.

Por se tratar de uma feira artesanal, manteve-se o artesanato tradicional, sendo de fácil elaboração e produção. Através de buscas para melhor atender o público-alvo da feira, foram pesquisadas tendências atuais em relação aos produtos, cores, materiais e novas tendências de mercado que podem se utilizar do artesanato. Optou-se em continuar com o baixo custo da mão de obra da confecção dos produtos foi manter a utilização da matéria-prima que os artesãos têm acesso.

           Para incrementar o lucro dos artesões, visou-se a criação de  produtos que o consumidor pudesse consumir toda vez que ele freqüentasse a feira ou pelo menos mais seguidamente. Pensou-se na qualidade e necessidade do produto para o consumidor para ter uma boa demanda e procura do mesmo. Também sugeriu-se a criação de uma embalagem com boa apresentação, de baixo custo, e pensando na proteção dos produtos. Manteve-se um padrão único de embalagem para todos os artesões, com pelo menos dois tamanhos diversos.

          Depois de analisados os esboços dos produtos, desde a parte criativa à possibilidade de fabricação dos mesmos, foi escolhida a criação de patchwork como estampa de camisetas femininas para adultos e crianças. O patchwork da estampa poderia ser feito com os restos de tecidos ganhos pelos artesãos, ou poderia ser comprado como retalhos em lojas de artesanato. O grupo forneceria para os artesãos uma tabela de ideias para estampas, usando formas baseadas nas tendências de moda.

Tamanho e local da aplicação

                  Depois de analisar os tamanhos dos objetos vendidos nas bancas das feiras, Também foi definido que as embalagens deveriam ter dois tamanhos diferentes, para que pudessem armazenar todos os objetos, desde os menores aos maiores. Desta forma, ficou estipulado que os tamanhos das embalagens seriam 25cm x 30cm e 35cm x 40cm. As embalagens foram fabricadas em papel kraft, possuem dois furos por onde passa uma fita produzida de tecido, podendo assim serem fechadas com um laço quando for um pacote para presente, ou deixá-la em forma de alça, apenas para carregar com mais facilidade. Para personalizar a embalagem, utilizou-se um carimbo com a identidade visual da Feira, este também sugerido pelo grupo responsável pela identificação e reconhecimento da Feira, com o objetivo que o cliente pudesse identificá-la diretamente com a Feira de Economia Solidária.

Estudos da embalagem

Proposta final da embalagem

         Segundo o grupo “o trabalho possibilitou a interação entre artesãos e designers. Ambos aprenderam com isso e a interação tornou possível perceber as necessidades e carências do grupo analisado.  Acredita-se que o projeto tenha atendido ao seu propósito ao propor uma solução criativa, a qual não deixa de valorizar os conhecimentos artesanais. Espera-se que o projeto possa realmente auxiliar os artesãos da feira a incrementar sua renda e atrair um público mais expressivo, valorizando seu trabalho.”


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: