Apresentação de resultados no X Salão de Extensão Feevale

19/08/2014 by

Nos dias 27 e 28 de maio de 2014 ocorreu o X Salão de Extensão Feevale, que visa divulgar os resultados da ação extensionista da Universidade e de outras instituições de ensino superior. A equipe do projeto Design Social: valorizando territórios e indivíduos não poderia faltar. Nossos bolsistas e voluntários apresentaram muito bem as atividades desenvolvidas em 2013, e mostraram pleno domínio sobre a função social do design! Parabéns aos alunos!

Os pôsteres encontram-se nos links abaixo, e também na seção Publicações.

BARTH, Michele; HEIDRICH, Regina; COSSIO, Gustavo. Design Social: metodologia participativa para a reflexão sobre as identidades das turmas de adolescentes da Ação Encontro/ABEFI.

KLENNER, Sofia; KELLERMANN, Claudia; COSSIO, Gustavo; HEIDRICH, Regina. Design Social: pela promoção da consciência ambiental e senso de coletividade com as meninas do CECRIFE.

MERGENER, Diego; KELLERMANN, Claudia; COSSIO, Gustavo ; HEIDRICH, Regina. Design Social: desenvolvimento de novos produtos a partir de reutilização de materiais com a Associação de Artesãos da Operária de Campo Bom.

WAGNER, Valéria; GHENO, Raquel; SILVA, Francielly; MARTINY, Mônica; COSSIO, Gustavo; CONTE, Daniel. Resignificando espaços: intervenção para melhorias na sala de estudos do abrigo CECRIFE.

“A autoestima da comunidade valorizada com o design”

19/08/2014 by

Nossas atividades do ano foram matéria do Jornal Comunidade, edição novembro/dezembro de 2013. O Jornal Comunidade é um projeto de extensão da Universidade Feevale. Com uma equipe formada por professores e alunos dos Cursos de Jornalismo e Design, há sete anos divulga as ações dos projetos sociais da instituição.

jornal comunidade dez 13

 

Atividades em 2013/II

12/12/2013 by

O projeto de extensão continuada Design Social: valorizando territórios e indivíduos da Universidade Feevale completa três anos de atuação em parceira com associações de base comunitária do Vale dos Sinos. O desenvolvimento de projetos movimentou o semestre de 2013/II. Tendo como fio condutor a metodologia participativa, os professores, bolsistas de extensão e acadêmicos voluntários, realizaram diversas oficinas nas entidades Associação dos Artesãos da Operária de Campo Bom, Centro Cristão Feminino – CECRIFE e unidade Ação Encontro da Associação Beneficente Evangélica da Floresta Imperial – ABEFI.

Equipe do projeto em 2013/II, da esquerda para direita: voluntários Diego Mergener e Cláudia Kellermann, prof. Gustavo Cossio, profa. Regina Heidrich e bolsista Sofia Klenner.

Equipe do projeto em 2013/II, da esquerda para direita: voluntários Diego Mergener e Cláudia Kellermann, prof. Gustavo Cossio, profa. Regina Heidrich e bolsista Sofia Klenner.

Artesãos de Campo Bom desenvolvem novos produtos

Após uma visita para diagnóstico e planejamento das atividades do semestre, foram realizadas uma série de oficinas, que contaram com o talento e a experiência da artesã Cláudia Kellermann, acadêmica do Curso de Design da Universidade Feevale e voluntária do projeto de extensão. A equipe procurou atender às demandas apontadas pela própria Associação dos Artesãos da Operária de Campo Bom, liderada pela presidente Nádia Pezzi. Assim, o grupo foi introduzido ao processo de elaboração de colares, feitos de fuxicos, retalhos de tecidos e miçangas, que mais tarde foram comercializados na Feira de Economia Solidária, que ocorre mensalmente no campus II da Universidade Feevale.

2013-09-23 15.10 DSC05349

Oficina de colares na associação. O produto acabado. Artesã comercializa o produto na Feira de Economia Solidária, na Universidade Feevale.

Oficina de colares na associação. O produto acabado. Artesã comercializa o produto na Feira de Economia Solidária, na Universidade Feevale.

Em outro módulo de oficinas, a partir do portfolio da artesã Cláudia Kellermann, os artesãos manifestaram o interesse na confecção de mini presépio, feito de material reutilizado, como embalagens de papel-cartão, garrafa pet e tecidos doados por empresas da região. As artesãs que, assim como Cláudia, já possuem experiência em artesanato com o material reutilizado, instalaram lâmpadas leds para iluminar o mini presépio, incorporando a sucata eletrônica no produto. O sucesso do mini presépio artesanal na garrafa comprovou-se novamente em outras duas oportunidades: quando a oficina foi replicada com as meninas do CECRIFE, e também com os funcionários da Universidade Feevale, na Tenda da Qualidade de Vida, evento promovido pelo setor de recursos humanos, ocorrido em 13 de novembro de 2013, na rua coberta do campus II.

artesãos minipresepio 7out

Oficina de mini presépio artesanal na Associação dos Artesãos da Operária de Campo Bom, em outubro de 2013: na foto mais acima, a artesã e voluntária Cláudia Kellermann e a professora Regina Heidrich (à direita na foto)  auxiliam as artesãs. Na foto de baixo, voluntários e artesãs posam com o mini presépio.

Oficina de mini presépio artesanal na Associação dos Artesãos da Operária de Campo Bom, em outubro de 2013: na foto mais acima, a artesã e voluntária Cláudia Kellermann e a professora Regina Heidrich (à direita na foto) auxiliam as artesãs. Na foto de baixo, voluntários e artesãs posam com o mini presépio.

DSC01607

Oficina de mini presépio artesanal na Tenda da Qualidade de Vida, em novembro de 2013: mais acima, a artesã voluntária auxilia as funcionárias da Universidade Feevale. Na foto de cima, o produto acabado.

Oficina de mini presépio artesanal na Tenda da Qualidade de Vida, em novembro de 2013: mais acima, a artesã voluntária auxilia as funcionárias da Universidade Feevale. Na foto de cima, o produto acabado.

Após as oficinas voltadas para a produção do mini presépio artesanal na garrafa, a última atividade do semestre foi destinada à elaboração de colares e pulseiras com miçangas e rolinhos de papel de revistas e gibis, necessitando apenas linha, tesoura e cola. Enquanto os demais encontros foram na sede da associação, esta atividade foi realizada na loja da associação, localizada no centro de Campo Bom, sendo que os artesãos receberam aconselhamento sobre a visibilidade da sua marca no ponto-de-venda. O desenvolvimento de produtos em conjunto com o grupo possibilitou a transferência de novos conhecimentos, valorizando assim o trabalho artesanal e a criatividade de um arranjo produtivo local.

2013-11-18 16.41

Na foto mais acima: bolsistas de extensão com os artesãos em sua loja, no centro de Campo Bom.  Acima, oficina de colares e pulseiras feitos de revistas, com a presidente Nádia Pezzi, artesãos, e o acadêmico voluntário Diego Mergener.

Na foto mais acima: bolsistas de extensão com os artesãos em sua loja, no centro de Campo Bom.
Acima, oficina de colares e pulseiras feitos de revistas, com a presidente Nádia Pezzi, artesãos, e o acadêmico voluntário Diego Mergener.

Sobre suas atividades no projeto de extensão, o acadêmico voluntário Diego Mergener afirma:

No projeto de extensão pude colocar em prática o que foi ensinado na disciplina de Projeto I – Design Social e, além disso, pude perceber que embora a disciplina introduzisse a teoria alinhada com a prática, somente participando da extensão é que você percebe a essência do design social. As oficinas que participei, não somente mostraram novos horizontes, no que se refere ao reaproveitamento de materiais, como mostraram o verdadeiro caráter do design social, que nada mais é do que passar o conhecimento adiante e causar mudanças na vida das pessoas. 

Pela valorização da autoestima das meninas do CECRIFE

A equipe do projeto de extensão visitou o CECRIFE em setembro, a fim de retomar a parceria, que ocorre desde 2011. A entidade soma mais de trinta anos de atuação, está situada no bairro Primavera, em Novo Hamburgo, e aloja meninas de 8 a 18 anos, em situação de risco social. Para iniciar os trabalhos do segundo semestre na instituição, foram realizadas duas reuniões com a diretora, a assistente social Débora Machado e educadoras, sendo um dos encontros com as meninas abrigadas, de modo a conhecê-las e pôr em pauta o projeto do semestre: a reestruturação da sala de estudos da entidade.

Nas oficinas no CECRIFE, também contamos com o apoio da artesã voluntária Cláudia Kellermann. A primeira oficina resultou na criação de um lindo porta-retratos, feito a partir da reutilização de materiais, como papelão e revista, necessitando apenas de tesoura, cola e palitos de madeira. Percebemos que conquistamos a confiança das meninas na segunda oficina, quando resolveram fazer uma sessão de fotos delas mesmas para colocar no porta-retrato. As fotos serão reveladas pela equipe do projeto e doadas às meninas.

cecrife portaretrato1

Oficina de porta-retrato artesanal na sala de estudos do CECRIFE: mais acima, a artesã e voluntária e a educadora auxiliam as meninas. Acima, o produto acabado.

Oficina de porta-retrato artesanal na sala de estudos do CECRIFE: mais acima, a artesã e voluntária e
a educadora auxiliam as meninas. Acima, o produto acabado.

Ainda no mês de novembro, as meninas desenvolveram o próprio mini presépio artesanal na garrafa, conforme ministrado aos artesãos e aos funcionários da Universidade Feevale na Tenda da Qualidade de Vida. De modo a contemplar o viés didático-pedagógico da ação extensionista, refletiu-se que, além de ser uma bela peça de decoração, o mini presépio tem por objetivo relembrar o significado do Natal, em parte perdido em meio ao consumismo. As participantes mostraram empolgação com as atividades e, por isso, acredita-se que, pela dimensão didática do artesanato, foi possível promover a valorização da autoestima das crianças e adolescentes do CECRIFE.

A artesã Cláudia Kellermann, bolsista Sofia Klenner e professora Regina Heidrich auxiliam as meninas do CECRIFE na oficina de mini presépio artesanal na garrafa.

A artesã Cláudia Kellermann, bolsista Sofia Klenner e professora Regina Heidrich auxiliam as meninas do CECRIFE na oficina de mini presépio artesanal na garrafa.

Sobre sua participação no projeto de extensão Design Social: valorizando territórios e indivíduos, a acadêmica voluntária Cláudia Kellermann afirma:

Conheci o projeto no semestre passado e imediatamente me identifiquei com ele, tem tudo a ver com minha filosofia de vida. Dividir conhecimento, valorizar territórios e indivíduos, é a síntese da busca do saber, da felicidade. Só somos completos quando somos capazes de transpor nossa individualidade na direção da coletividade. Atuo como voluntária no projeto, o que pra mim não é novidade, pois sustentabilidade, arte, igualdade, fraternidade, fazem parte da minha vida, é o que me completa.

Atividades de ensino-extensão em projetos no CECRIFE e na Ação Encontro/ABEFI

O período de 2013/II foi marcado pela articulação das atividades de extensão com o ensino em design, em duas disciplinas dos cursos de Design e Design de Interiores, da Universidade Feevale. Assim, além das oficinas ministradas quinzenalmente, a equipe do projeto apoiou a turma de Design e Sustentabilidade, do Curso de Design de Interiores, que assumiu a tarefa de projetar a sala de estudos do CECRIFE, em parceria com o Programa de Educação Tutorial do Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes – PET/ICHLA.

Já os alunos da disciplina de Projeto I – Design Social, do Curso de Design, desenvolveram projetos de produto e de identidade visual para a Ação Encontro/ABEFI, que realiza atividades pedagógicas no contra turno escolar de aproximadamente 150 crianças e adolescentes do bairro Santo Afonso, em Novo Hambrugo. A entidade é liderada pela diretora Diziane Reis e, nesse trabalho, também participaram o Mestre Davi (capoeira) e Sra. Magda Schoffeldt (responsável pelo brechó da associação). Os alunos conheceram os jovens beneficiados, a entidade, suas instalações e atividade oferecidas. Assistiram a uma aula de capoeira, tiraram fotos e entrevistaram o Mestre Davi e a diretora Diziane. As oficinas envolveram os educadores e turmas de crianças e adolescentes, e foram planejadas e ministradas pelos próprios acadêmicos de Projeto I – Design Social, que realizaram atividades de desenho, pintura, elaboração de painéis conceituais e entrevistas, de modo a alinhar seus trabalhos de sala de aula com as necessidades da comunidade.

Foto0828 DSC05384

Mais acima: professora Regina Heidrich e acadêmicos Luiz Felipe Olkoski e Bárbara Rangel em oficina com as crianças da Ação Encontro. No centro: professor e alunos na entidade. Foto de baixo: Professor e acadêmicos ministram oficina com turma de pré-adolescentes.

Mais acima: professora Regina Heidrich e acadêmicos Luiz Felipe Olkoski e Bárbara Rangel em oficina com as crianças da Ação Encontro. No centro: professor e alunos na entidade. Foto de baixo: Professor e acadêmicos ministram oficina com turma de pré-adolescentes.

Foi desenvolvida a identidade visual para o grupo de capoeira da entidade, que incluiu marca e aplicações em uniformes e certificados. Outros acadêmicos de Projeto I – Design Social desenvolveram a identidade visual do brechó da associação, com as etapas de naming (criação de nome), marca e guia básico de uso e aplicações. Já os produtos desenvolvidos tiveram como enfoque a geração de renda, tendo em vista sua comercialização no período da Copa do Mundo, em 2014. Um grupo de alunos da disciplina ficou responsável por projetar instrumentos musicais a partir de material reutilizado, enquanto outro grupo de discentes realizou o projeto de ambientação da sala de vídeo.

Os projetos serão apresentados para o CECRIFE e Ação Encontro em dezembro de 2013, e divulgados no próximo semestre. Mesmo que os resultados da ação extensionista deste ano ainda estejam em fase de contabilização, é possível afirmar que foi promovida a inclusão social de grupos de base comunitária. Com o apoio dos professores Gustavo Cossio e Regina Heidrich, e dos bolsistas e voluntários Sofia Klenner, Cláudia Kellermann e Diego Mergener, os projetos foram desenvolvidos num processo didático, de abordagem teórico-prática, com ênfase na participação dos públicos de interesse, e resultaram em novos produtos e processos, com impactos positivos para a formação de acadêmicos e beneficiados.

Além destas atividades, apresentamos os resultados de 2012 do projeto no IV Simpósio Brasileiro de Design Sustentável – SBDS, que se realizou em novembro em Porto Alegre. O artigo ‘Pela valorização de territórios e indivíduos: três vivências de extensão universitária em design social‘ (COSSIO; STAUDT; HEIDRICH, 2013) e a apresentação podem ser acessados no link Publicações.

Palestra sobre Bioconstrução

25/11/2013 by

palestra bioconstrução2